Sunday, September 16, 2007

Bandido ou Herói?

Não gosto muito de postar algo que não escrevi, mas meu irmão enviou esse email e achei seu conteúdo tão alinhado com minha forma de pensar que resolvi postá-lo aqui. (com mais comentários meus no final)



Uma psicóloga que assistiu o filme Cazuza escreveu o seguinte texto:

"Fui ver o filme Cazuza há alguns dias e me deparei com uma coisa estarrecedora.
As pessoas estão cultivando ídolos errados.
Como podemos cultivar um ídolo como Cazuza? Concordo que suas letras são muito tocantes, mas reverenciar um marginal como ele, é, no mínimo, inadmissível.
Marginal, sim, pois Cazuza foi uma pessoa que viveu à margem da sociedade, pelo menos uma sociedade que tentamos construir (ao menos eu) com conceitos de certo e errado . No filme, vi
um rapaz mimado, filhinho de papai que nunca precisou trabalhar para conseguir nada, já tinha tudo nas mãos. A mãe vivia para satisfazer as suas vontades e loucuras. O pai preferiu se afastar das suas responsabilidades e deixou a vida correr solta.
São esses pais que devemos ter como exemplo?
Cazuza só começou a gravar pois o pai era diretor de uma grande gravadora. Existem vários talentos que não são revelados por falta de oportunidade ou por não terem algum conhecido importante.
Cazuza era um traficante, como sua mãe revela no livro, admitiu que ele trouxe drogas da Inglaterra, um verdadeiro criminoso.
Concordo com o juiz Siro Darlan quando ele diz que a única diferença entre Cazuza e Fernandinho Beira-Mar é que um nasceu na zona sul e outro não.
Fiquei horrorizada com o culto que fizeram a esse rapaz, principalmente por minha filha adolescente ter visto o filme. Precisei conversar muito para que ela não começasse a pensar que usar drogas, participar de bacanais, beber até cair e outras coisas fossem certas, já que foi isso que o filme mostrou.
Por que não são feitos filmes de pessoas realmente importantes que tenham algo de bom para essa juventude já tão transviada? Será que ser correto não dá Ibope, não rende bilheteria?
Como ensina o comercial da Fiat, precisamos rever nossos conceitos, só assim teremos um mundo melhor..
Devo lembrar aos pais que a morte de Cazuza foi consequência da educação errônea a que foi submetido.
Será que Cazuza teria morrido do mesmo jeito se tivesse tido pais que dissesem NÃO quando necessário?
Lembrem-se, dizer NÃO é a prova mais difícil de amor.
Não deixem seus filhos à revelia para que não precisem se arrepender mais tarde. A principal função dos pais é educar. Não se preocupem em ser amigo de seus filhos. Eduque-os e mais tarde eles verão que você foi a pessoa que mais os amou e foi, é, e sempre será, o seu melhor amigo , pois amigo não diz SIM sempre."

Karla Christine

Psicóloga
Clínica



Não sou tão radical de achar que os pais foram responsáveis pela morte de alguém, como o texto chega a sugerir de uma forma branda, mas com relação ao cultivo de um modo de vida marginal pela mídia, concordo plenamente!
O interessante é que isso não acontece só no Brasil, se observarmos alguns artistas internacionais, como os cantores de RAP americanos, veremos que esses tentam vender seu estilo "gangsta", onde drogas (a maconha é tão banalizada que não consideram droga), prostituição e crime são os meios para se chegar a riqueza (e aliás isso é tudo o que importa).
Tenho minha convicção que cada um pode escolher o caminho que trilha, mas não tem como ignorar as influências que sofremos no percurso, principalmente na fase da formação do caráter de cada pessoa.
Nesse sentido acredito que os pais sejam peças fundamentais para auxiliar no correto direcionamento e na definição do certo e errado. A partir daí a escolha é individual.

Comentem!

14 comments:

j. said...

Voce é um cretino.

KIKO36 said...

"Sempre que ele está, ele aplaude", disse um emocionais Maria Lucia Araujo Cazuza seria a reacção do seu filho viu o filho para casa "Viva Cazuza", criado em sua memória.

Cazuza, um dos mais conhecidos artistas do Brasil, morreu em 1990 no Rio de Janeiro de uma doença relacionada com a SIDA; ele tinha 32 anos. Hoje, 65 crianças que vivem com HIV têm o apoio da Sociedade Viva Cazuza, uma organização sem fins lucrativos financiada por direitos de autor das suas canções e dedicados a ajudar as crianças que vivem com o HIV.

Em fevereiro de 1989, Cazuza tornou-se a primeira personalidade brasileira a anunciar publicamente que ele era HIV positivo. Após a sua morte, Maria Lúcia Araújo fundou a casa para as crianças que vivem com o HIV.

Maria Lucia Araujo sabia nada sobre o HIV ou AIDS quando ela soube do diagnóstico de seu filho. "Quando me comunicou que ele era HIV positivo, eu pensei que seria entregue no prazo de um ano", disse ela. A morte de seu filho mudou sua vida. Casada com um homem rico, ela não tinha necessidade de trabalhar, mas ele precisava de fazer alguma coisa. "Eu teria enlouquecido e eu teria de dormir se eu tivesse feito nada", diz ela.

É por isso que abriu a casa, o primeiro de seu tipo no Rio de Janeiro. Desde a sua abertura, a organização tem contribuído para 67 crianças. Com a chegada dos medicamentos anti-retrovirais, tem vindo a melhorar a saúde das crianças. "As crianças frequentam as escolas locais e ter uma vida ativa como todas as outras crianças da vizinhança", disse Maria Lúcia Araújo.

A ONUSIDA estima que 2,3 milhões de crianças com menos de 15 anos que vivem com o HIV em todo o mundo e, de acordo com um recente relatório da UNICEF, cerca de 15,2 milhões de crianças menores de 18 anos já perderam um ou ambos os pais a AIDS.

"É realmente necessário para ajudar as crianças que vivem com o HIV no Brasil", disse o Dr. Laurent Zessler, Coordenador do UNAIDS no Brasil. "Temos de garantir que essas crianças não sejam discriminadas. Crianças que vivem com o HIV pode continuar escola e viver uma vida activa e movimentada; não pode permitir que o HIV rouba sua infância ", acrescenta.

"Desde a morte de meu filho, a natureza do vírus mudou muito, e isso já não é a doença gay, ainda hoje as mulheres são mais afectadas. Eles muitas vezes não têm idéia de serem infectadas e transmitir o vírus aos seus filhos, sem conhecê-lo ", disse Maria Lucia.
As crianças assistirem às diversas rotas antes de chegar em casa. Uma das 24 crianças que vivem atualmente na casa é Danielle, 15 anos, que chegou há dez anos atrás com a sua irmã depois da morte de sua mãe, porque seu pai não podia fazer face. Durante a sua estada, ela tem criado boas relações com seu pai, e espera um dia para viver com ele.

Jose, do Paraguai, foi encontrada a menos de três anos abandonada e muito paciente em um hospital na fronteira paraguaia. Hoje, nove anos, José quer se tornar um cineasta.

A organização apoia também os adultos jovens que abandonaram as suas famílias. Uma vez que não semanas, a clínica da casa está aberta a adultos com HIV, de modo que venham a solicitar o seu anti-retrovirais. Como para todos os brasileiros com o HIV, tratamento anti-retroviral é oferecida gratuitamente pelo governo.

Para além do apoio material, Sociedade Viva Cazuza também mantém um sítio Internet sobre o qual o público pode fazer perguntas sobre a SIDA a colaboração de peritos. Eles respondem a cerca de 12 000 questões cada mês. Maria Lucia está chocado com as questões que se colocam mais 20 anos após o aparecimento da Aids no Brasil. "As questões continuam a ser os mais comuns incluem:" Como se obtém isso? "Ou" Como posso proteger-me contra essa doença? "Aids não é como câncer para que os peritos não sabem não é realmente aquilo que cause ou como preveni-lo - para evitar a Aids, é simples, usar um preservativo ", disse ela.

Maria Lucia se tornou um porta-voz da vanguarda da luta contra a sida e aparece regularmente na televisão. Ela acredita que o legado de seu filho não reside apenas na 'magníficas canções ", mas, na realidade, anunciar abertamente que ele não estava infectada pelo HIV e continuando a sua aparições públicas, apesar da progressão da doença. "Ele trabalhou muitíssimo para educar as pessoas e ajudar a reduzir a discriminação contra as pessoas vivendo com HIV", conclui.

CAZUZA...

FOI OU AINDA ESTÁ ENTRE NÓS?... DE FACTO ALGO AINDA HOJE HEXISTE SOBRE ELE. NÃO SOMENTE MEMÓRIAS MAS TAMBÉM OBRAS!

Aqui deixo um capitulo de um homem c/ um grande H.

KIKO36 said...

Caro Blog do Ayla

Antes de publicar uma critica ou um incherto, assegure-se que realmente tem razão sobre o que afirma.

Limpe o antes o tapete da sua porta antes de limpar o tapete do vizinho...

Para bom entendedor meia palavra basta...

Cordialmente.

A.L.

joão said...

O seu conceito sobre a vida de Cazuza não é de todo torto, mas você se esquece que temer a liberdade é coisa dos fracos, e isso você é...
Cazuza foi livre, você ao menos sabe o que significa "cazuza" segundo nosso dicionário, não não é mesmo, mas foi te falar: Cazuza = espécie de vespídeo solitário, temivel pela sua terrível ferroada.
Então é isso que ela causa as pessoas que tem uma visão turva da vida, apesar que gostaria de tê-lo entre nós, creio que ele cumpriu sua missão - abrir os nossos olhos a mesmice, nos mostrar com sua arte que devemos gritar e não aceitar o que nos são impostos, e principalmente mudar os retogrados e ipócritas...
Mas não tema a ferruada...

Ayala said...

João,

O que você considera temer a liberdade?
Você se refere à liberdade como sendo o direito de se fazer o que quiser?
Eu acredito que a liberdade de alguém não pode transpassar a dos outros. Quando alguém suporta uma vida marginal com o consumo de drogas, por exemplo, esta sustentando o crime organizado, o que quer dizer que recursos que poderiam ser gastos no desenvolvimento social são utilizados para o policiamento e coerção da criminalidade.
A escolha de consumir drogas ilícitas afeta o direito dos meus filhos frequentarem uma escola melhor ou da minha mãe receber atendimento gratuito pelo sistema de saúde pública, ja que esses recursos foram desviados para o controle das drogas ou tratamento de drogados.

Acredito que não devemos aceitar coisas que nos são impostas, como um governo corrupto, um sistema de saúde deficitário, um sistema educacional falho...
Temos muitas coisas pelas quais lutar e mudar.
Acredito que temos que lutar pela liberdade sexual, pelo direito de não ser discriminado por qualquer opção, seja religiosa, sexual ou ideológica. Isso não quer dizer que eu seja a favor do comportamento promíscuo que possibilita a proliferação de doenças contagiosas que mais uma vez honeram o sistema de saúde com gastos que poderiam ser direcionados para combater doenças congenitas ou ainda pesquisas para novos medicamentos e tratamentos.

Com relação à inovação artística, acho o Cazuza um artista excepcional e na minha opinião um dos grandes nomes da música Brasileira da década de 1980, com letras contundentes e poemas lindissímos.

Tenho as músicas do Cazuza como inspiradoras na sua maioria, mas não vejo toda a sua vida como sendo uma exemplo a ser seguido.

Se na sua opinião temer à liberdade é temer as escolhas erradas, não acho que devamos temer os erros, mas não acho que devemos repeti-los, se puderem ser evitados; Afinal se apenas repetissemos todos os erros do passado a humanidade jamais teria chegado aonde chegou.

Com relação à ferroada, eu não a temo, mas não acho prudente cutucar o vespeiro.

Ayala

Anonymous said...

Só inicei a ler seu texto e me deparei com o absurdo de suas palavras! CAZUZA MARGINAL?

Seu preconceito é latente sobre tudo que é diferente ou chocante para a tal "grande sociedade em que vivemos".

Essa tal sociedade que vc fala nada mais passa do que uma colmeia de sínicos, hipócritas e egoístas!

CAZUZA foi um dos maiores gênios de nossa musica, deixou um legado que até hoje toca as pesoas e sempre tocará!

Seu preconeito qual é? O de que ele era boêmio, gostava de viver intensamente, por que fez a escolha própria de usar a droga que quisesse? Por ser Homosexual?

Deprimente ver que nessa tal sociedade formada por neuróticos no trânsito, homicidas, ladrões e pessoas pseudo normais que escondem seus defeitos e desejos na cortinha da Hipocrisia?

Essa tal sociedade que voce prega é qual? A sociedade das pessoas que se matam para trabalhar achando que a felicidade está no comsumo? Onde as pessoas são manipuladas para passarem a vida toda em busca de algo que após anos de esforço não sabem nem o que busacavam?

Se Cazuza estava às margens desta sociedade u digo: VIVA CAZUZA!

VIVA CAZUZA por ter feito em seu curto trajeto de vida uma passagem polêmica e às margens da tal sociedade sínica e hipócrita! Por ter deixado seu legado que foi, além das musicas, o fato de estar aqui para amar, viver intensamente, ser quem ele é de verdade, transparente ao ponto de esfregar sua doença e homosexualidade na cara dos falsos puritanos que vestem a mascara de bons cidadãos mas que no fundo são pessoas que se podam, escondem suas fraquesas íntimas quando na verdade tem muitas e levam toda a vida sob a máscara de bons cidadãos sem saberem nem mesmo quem são realmente!

Cazuza era filho de Pai rico, e daí? Me diga que não gostaria de Pai rico? Aposto que a sra. não pois por suas palavras acho q a hipocrisia é tanta que deve pensar, por fora, que ser filho de Pai rico é pecado!

Cazuza gostava de ficar doidão, de curtir a onda, de ser boêmio, assim como 90% dos gênios da Musica! Lembra-se de Ray Charles, Elis Regina, Cásia Eller, Jimi Hendrix, Morrison, Steve Wander? Entre quase todos os gênios da musica ele tiveram problemas com drogas mas estarão na eternidade! O que seria do mundo sem eles? Sem os loucos?

Cazuza adorava cheirar, beber e curtir a onda com os amigos! Dane-se se a "sociedade perfeita" não gosta, ele não tava nem aí, ele era ele, não importa o que pensam, muito menos pessoas com o intelecto tão limitado como a Sra. Ele pagavaa conta do traficante, bebia, cheirava e não fazia mal a ninguém! Cazuza era, apenas, corajoso e transparente ao extremo, mas, como tais adjetivos não se encontram na grande maioria dos tais seres inseridos nesta "belíssima sociedade doente e suja" resta a Cazuza o rótulo de Marginal!

Diga-me, a sra do alto de sua grandiosidade por fazer parte da tal sociedade descobriu sua felicidade nela? Está satisfeita com a tal sociedade que nao escolheu por que lhe foi imposta? A sra tem dificuldades para viver dentro dos padrões que acha correto?

Reflita!

Senhora, sua pessoa foi extremamente infeliz. Ser for psicóloga seu caso é ainda pior! Já ouviu falar que certas pessoas tem propensão a dependência química? Deveria....Elas são seres comuns, estamos rodeados delas, na nossa familia ou na familia ao lado! Eles estão as margens da sua sociedade? Nossa, entao me indeque onde encontra-se essa sociedade por que a desconh~ço! A sociedade que conheço é podre por inteira e seus componentes escondem sua podridão consigo mesmo por toda a vida ou entre quatro paredes!

Melhor um louco sincero do que um louco fantasiado de normal sob a máscara da hipocrisia, o que acontece na maioria dos casos da tal sociedade que conheço!

Cazua roubava alguém? Mtava? Estuprava, desviava dinheiro público como os figurões que representam a tal sociedade apresentada pela senhora? NAO!

ELE NAO DEVIA NADA A NINGUÉM E NÃO PREJUDICAVA A NINGUÉM A NÃO SER A ELE MESMO!

Deveria saber que os gênios e pessoas mais sensíveis tem dificuldade em se sociabilizarem na sociedade careta e sem graça e que por isso usam dorgas! Deveria, também, saber que pessoas e loucos como cazuza entram para história e mudam parte do mundo enquanto os falsos puritanos vivem sob a máscara da covardia e são rapidamente esquecido!

A sra. deveria viver mais, ter mais experiências de vida antes de destilar seu preconceito acéfalo dessa forma!

Cuide-se

Carool said...

ao ler este assunto , me choquei .
traficante , marginal ?
você soube de algum roubo feito pelo artista , se não soube no mínimo devia tomar cuidado com suas palavras .
acho que bissexualidade não vem de uma boa ou ruim educação , e sim da escolha de cada um .
você critica o cantor e os pais ao ponto de que é admissível parar pra pensar , será que sua filha se tornará uma bissexual , ou uma lésbica? acho que não seria culpa sua se isso acontecesse , até porque é um direito de todos escolher sua sexualidade .
cazuza , era um homem de bem e por mais que tenha erros todos erramos e nenhum de nóis somos sãs pra julga-lo , porque o único com esse direito e autoridade é DEUS ;
cazuza continuara sendo o herói , o maior poeta brasileiro , e pela liberdade de expressão que ele tinha atráves de suas musicas , serve de exemplo pra algumas pessoas .
passar bem !

Ayala said...

Carool, não fique chocada.

Traficante, sim. Marginal, sim.
Quem compra e vende drogas é um traficante e o Cazuza fez esse papel, ainda que apenas em uma fase da sua vida.
Marginal, sim. Um marginal vive às margens da sociedade, fora de suas regras ou códigos de conduta e o Cazuza também fez esse papel (alias, um traficante é um marginal, logo....)
Não critiquei a sexualidade do Cazuza em momento algum, muito pelo contrário. Talvez seja melhor reler meus posts e respostas aos comentários.
Por favor, articule melhor seus comentários e certamente teremos uma boa discussão.
Passe muito bem, também!

Anonymous said...

O fime sobre Cazuza mostra a realidade de muitas pessoas.Você queria que mostrasse um conto de fadas?!Mas essa não e a realidade que vivemos querida,todos nos queremos um mundo melhor mais devemos ver a realidade para vermos onde estamos errando e poder tomar a iniciativa de consertar os nossos erroas.Se não vermos onde erramos como podemos consertar?A vida tem dois caminhos o certo e o torto,o torto podemos consertar ao longo da vida,mas acho que Cazuza não teve esse tempo para pensar na vida porque quando viu ja estava com aids.Como você reagiria se você soubesse se quem uma doença incuravel?Como você pode dizer os pais dele mimaram o seu filho,você não mima a sua?Cada pai tem um jeito de criar o seus filhos,uns são muito severos outros severos outros nem tanto.Cada um tem sua escolha o filme mostra a escolha de um idolo de muitos.Se você sabia a historia de vida dele pra que levou sua filha para assistir o filme?
Pense antes de falar essas coisas sobre uma pessoa que você não conhece de fato.Espero uma resposta.

Igor said...

so digo uma coisa pra vcs
"Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Pra essa gente careta e covarde
Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Lhes dê grandeza e um pouco de coragem"

Anonymous said...

O Kiko36 se refere ao Cazuza como se ele fosse mocinho, nossa !!!!
o Kiko Vc falando desse jeito até parece que eu tenho que contrair o vírus pra tratar as pessoas como elas verdadeiramente devem ser tratadas, ele não precisaria ter contraído para ser uma pessoa marcante em nossa sociedade, que já é tão fácil fazer sucesso. " se vc for com um vestidinho curto na faculdade no outro dia vc consegue aparecer na Globo" então ele poderia aparecer e fazer suas benfeitorias sem colocar a sua e a vida de outros em risco,
ele foi estremamente irresponsável e mimado sim.
Se alguem que estiver lendo quiser seguir algum exemplo por favor não siga o exemplo de CAZUZA a não ser que vc queira que seus filhos lhe tratem como o próprio tratou seus pais.
Siga o exemplo de :

CHICO MENDES - Nascido num seringal, o sindicalista viveu e morreu defendendo a preservaçãoo dos recursos naturais. Sua luta tornou possível o estabelecimento de um modelo de desenvolvimento sustentável no estado.

Ele tinha o propósito antes de morrer, e não precisou morrer para que seu nome defendesse um propósito.
A intenção é o que vale né ?? então ele teve a intenção ante e foi isso o que o levou a morte. Até Jesus tinha uma intenção antes da morte, e qual era mesmo a intenção de Cazuza quando ele traficava como diz o livro de sua mãe??? concerteza não era algo dígno de ser louvável...

Ayala said...

Concordo com você.

Anonymous said...

Essa é pra vc : http://letras.mus.br/cazuza/44997/

Anonymous said...

Adorei....falou tudo